Alunos de curso de mediação atuam na Central de Alternativas Penais

6 de Abril de 2018

Como resultado do curso Mediação e Justiça Restaurativa, realizado na Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus), 25 alunos que participaram do treinamento realizarão atividades na Central de Alternativas Penais (CAP) durante o mês de abril. Ao longo do mês, esses alunos conduzirão os grupos reflexivos, aplicando o modelo dos círculos restaurativos.

Para Elton Gurgel, coordenador da Central, a equipe será de grande ajuda no dia a dia da CAP. “Expandir o diálogo, a negociação e construir acordos é uma possibilidade que os alunos aprenderam no curso de mediação. O nosso objetivo é colocar em prática os círculos de construção de paz e auxiliar as pessoas que estão em atendimento”, explica Elton.

O curso Mediação e Justiça Restaurativa foi realizado em fevereiro e março deste ano para profissionais da Sejus na área de direito, saúde, serviço social, e também para agentes penitenciários e administradores de unidades prisionais. O treinamento teve duração de 80 horas e foi ministrado em parceria com coordenadoria de Mediação e Justiça Restaurativa da vice-governadoria do Estado do Ceará, dentro do Programa Pacto por um Ceará Pacífico.